Influência da aplicação de água no milho verde irrigado na região do Cerrado Sul-Mato-Grossense

Guilherme Augusto Biscaro, Suelen Cristina Mendonça Maia, Tiago Roque Benetoli da Silva

Resumo


Este experimento visou avaliar a influência da quantidade de água aplicada na cultura do milho verde, em sistema de gotejamento, na região do Cerrado Sul-Mato-Grossense. O manejo da irrigação foi realizado com o Tanque “Classe A”, utilizando-se os coeficientes da cultura (Kc), para converter a evapotranspiração de referência em evapotranspiração da cultura. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados, sendo avaliados quatro tempos de aplicação de água (25, 50, 100 e 200% do tempo de aplicação calculado) com quatro repetições. Os resultados indicaram que os tratamentos submetidos ao maior tempo de irrigação, e conseqüentemente a maior oferta de água, apresentaram os maiores valores de diâmetro e de massas de espigas despalhadas. A quantidade de água aplicada não proporcionou alterações significativas no comprimento e na produção de espigas despalhadas por hectare.


Palavras-chave


Zea mays, características agronômicas, manejo da irrigação

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.