Flutuação populacional de moscas-das-frutas em pomar de goiaba no município de Pindorama – SP

Rogério Teixeira Duarte, Ana Paula Machado Baptista, Wilson Carlos Pazini, Júlio César Galli

Resumo


O conhecimento sobre a flutuação populacional das moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) constitui uma importante ferramenta na adoção de métodos de controle preconizados pelo Manejo Integrado de Pragas (MIP). Assim, o objetivo nesta pesquisa foi estudar a flutuação populacional de moscas-das-frutas e sua correlação com os elementos meteorológicos em pomar de goiaba localizado no município de Pindorama – SP. A pesquisa foi realizada entre setembro de 2008 e julho de 2009. Para o monitoramento de adultos de moscas-das-frutas foram instaladas aleatoriamente cinco armadilhas adesivas amarelas, espaçadas 30 m entre si, em uma área experimental com aproximadamente dois hectares. Estas foram substituídas a cada quinze dias, e conduzidas ao Laboratório de Seletividade Ecológica do Departamento de Fitossanidade (FCAV/UNESP) para avaliação dos espécimes amostrados. A densidade populacional de adultos de moscas-das-frutas foi analisada em histogramas e correlacionada com os elementos meteorológicos, temperaturas mínima, média e máxima (°C) e precipitação pluviométrica acumulada (mm). Anastrepha spp. foi predominante em relação a Ceratitis capitata, com elevada densidade populacional no período de frutificação. Houve correlação entre a flutuação populacional de C. capitata e o elemento meteorológico temperatura mínima.


Palavras-chave


Anastrepha spp.; Ceratitis capitata; elementos meteorológicos, fruticultura, monitoramento populacional

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.