Germinação de sementes e desenvolvimento de mudas de cultivares de pimentão em diferentes substratos

Elisângela Aparecida Da Silva, Vander Mendonça, Mauro Da Silva Tosta, Diógenes Martins Bardiviesso, Alessandra Conceição de Oliveira, Miguel Lara Menegazzo

Resumo


Objetivou-se neste trabalho avaliar cinco misturas de substratos na geminação de sementes e no desenvolvimento de mudas de cultivares de pimentão. O experimento foi instalado e conduzido em viveiro telado, na área experimental da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Cassilândia-MS. Compararam-se as misturas de substratos: areia lavada + húmus de minhoca (2:1), esterco bovino + húmus de minhoca (2:1), Plantmax® + húmus de minhoca (2:1), areia lavada + Plantmax® (2:1) e esterco bovino + Plantmax® (2:1), e três cultivares de pimentão: Alongado amarelo, All big e Chapéu de Bispo. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 5 x 3, com quatro repetições e 16 sementes por parcela. Avaliaram-se as características: porcentagem de germinação (%), índice de velocidade de emergência (IVE), altura de plântula (cm), comprimento de raiz (cm) e massa seca da plântula inteira (g). Os melhores resultados foram observados com as cultivares All big e Chapéu de Bispo e os melhores substratos foram areia + Plantmax® e esterco + Plantmax®.


Palavras-chave


Capsicum annuum, produção de mudas, substratos

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.