Posição de cabeça e administração de disofenolato de levamisole em ovinos

Fernanda Carlini Cunha dos Santos, Andréia Buzatti, Marciele Márcia Scheuermann, Fernanda Silveira Flores Vogel

Resumo


A ovinocultura sofre grandes perdas econômicas devido ao parasitismo por nematoides gastrintestinais, sendo que o principal método de controle é através da administração de produtos químicos. Em anti-helmínticos orais, a taxa de absorção sistêmica pode ser alterada por fatores relacionados ao trato gastrintestinal, incluindo a estimulação da goteira esofágica. O objetivo deste experimento foi avaliar a eficiência do disofenolato de levamisole administrado com a cabeça do animal em posição erguida ou alinhada à linha dorsal em ovinos. Para isso foram utilizados 51 ovinos previamente submetidos a um teste de eficácia, onde o disofenolato de levamisole apresentou 99% de eficiência. Os animais foram separados aleatoriamente em três grupos e submetidos a 24h de restrição alimentar prévia a administração do anti-helmíntico. No tratamento 1 (T1), o disofenolato de levamisole foi administrado mantendo a cabeça do animal em posição erguida, acima da linha horizontal do dorso. No tratamento 2 (T2), o mesmo medicamento foi administrado com a cabeça do animal em posição normal, alinhada à linha dorsal. O tratamento 3 (T3) foi o grupo controle, não tratado com anti-helmíntico. Amostras fecais foram coletadas no dia 0, 7 e 14 para realização dos exames de contagem de ovos por grama de fezes (OPG) e coprocultura. Os resultados foram submetidos ao teste estatístico Qui-quadrado. A eficácia no dia 7 e 14 foi de 98% e 100%, respectivamente, tanto para o T1 quanto para o T2. A administração de disofenolato de levamisole com a cabeça do animal em posição erguida ou alinhada à linha horizontal em ovinos submetidos à restrição alimentar não resulta em alteração na eficiência do anti-helmíntico.


Palavras-chave


anti-helmíntico, helmintos, nematóides, ovelhas

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.