Desempenho agronômico do milho em sistema de adubação verde

Ana Maria Conte e Castro, André Luiz Prezotto

Resumo


A técnica conhecida por adubação verde, baseia-se na utilização de outras culturas, que mesmo sem fins comerciais diretamente, podem melhorar os resultados de grandes culturas. A adubação verde tem efeitos diferenciados sobre o solo, principalmente como fonte de nutrientes, destacando-se o nitrogênio. Objetivou se avaliar o desenvolvimento da cultura do milho e as características físicas do solo após utilização de diferentes adubos verde. O experimento foi conduzido na área de cultivo protegido.O delineamento experimental utilizado foi o de blocos inteiramente casualizados (DBC), com repetições. Os tratamentos foram constituídos por quatro tipos diferentes de adubos verdes, foram utilizados: estilosantes Campo Grande (T2), feijão de porco (T3), feijão guandu (T4), mucuna branca (T5), e um tratamento testemunha (T1), totalizando 5 tratamentos. Cada unidade experimental foi composta de 3 linhas de milho, espaçadas 0,70 m entre linhas por 2,0 m de comprimento, com aplicação dos adubos verde nas entre linhas. Aos 45 e 80 dias 15 após a emergência (DAE), procederam-se as avaliações da altura da planta, diâmetro do colmo, sendo também avaliado as 80 DAE, a altura da inserção da primeira espiga e analise de solos para obtenção das características físicas do solo. Houve diferenças significativas para as variáveis altura da planta e diâmetro do colmo. Para a característica altura de inserção da primeira espiga não foram verificadas diferenças significativa entre os tratamentos.


Palavras-chave


adubação verde, física de solo, Zea mays.

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.