Milho cultivado com doses de N em cobertura em sucessão a oleaginosas

Maira Cristina Pedrotti, Luiz Carlos Ferreira de Souza, Mirianny Elena de Freitas, Leonardo Darbelo Torres, Katiuça Sueko Tanaka, Simone Priscila Bottega, Jerusa Rech, Priscila Akemi Maquino

Resumo


O uso de culturas recicladoras é um fator muito importante para o plantio direto, sendo que algumas espécies oleaginosas como canola, crambe, cártamo e nabo forrageiro apresentam um potencial de reciclar nitrogênio, nutriente este, bastante importante para o rendimento da cultura do milho. Assim, o objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de adubação nitrogenada em cobertura, associada à cobertura do solo com oleaginosas na cultura do milho (Zea mays). O experimento foi desenvolvido na safra 2009, na Fazenda Experimental de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Grande Dourados, em Latossolo Vermelho distroférrico, com delineamento experimental em blocos casualizados, com os tratamentos arranjados em parcelas subdivididas, com quatro repetições. As parcelas foram representadas por quatro espécies de oleaginosas: crambe (FMS Brilhante), nabo forrageiro (IAC 1000 e IPR 116), canola (Hyola 61), colza, girassol e cártamo (origem paraguaio e cuiabano), totalizando seis materiais genéticos usados como culturas antecessoras ao milho. As subparcelas foram constituídas por quatro tratamentos com adubação nitrogenada (sulfato de amônia) em cobertura: 0, 45, 90 e 135 kg ha-1 de N. A cobertura das culturas oleaginosas influenciaram na altura de planta, produtividade, massa de mil grãos e teor de nitrogênio foliar do milho. O diâmetro do colmo, altura de planta, produtividade, massa de mil grãos e teor de N foliar da cultura do milho, foram aumentados conforme a elevação das doses de nitrogênio, sendo que na maior dose de 135 kg ha-1 foram obtidos os maiores resultados. 


Palavras-chave


resíduos, sulfato de amônia, Zea mays

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.