Características morfológicas e componentes de rendimento da soja submetida à adubação nitrogenada

Carlos André Bahry, Eduardo Venske, Maicon Nardino, Silvana Spaniol Fin, Paulo Dejalma Zimmer, Velci Queiróz de Souza, Braulio Otomar Caron

Resumo


O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito do nitrogênio em alguns caracteres morfológicos e nos componentes de rendimento da soja. O ensaio foi conduzido em área de lavoura, em São Valério do Sul, Rio Grande do Sul, na safra 2011/2012. Os estádios reprodutivos em que se aplicou nitrogênio foram: R1, R3, R5.1, R5.2, R5.3, R5.4, R5.5, R6 e R7, por meio das fontes nitrato de amônio e amídica, nas seguintes doses do nutriente: 0, 30, 60, 90 e 120 kg.ha-1. Analisou-se a altura de planta, altura de inserção do primeiro legume, diâmetro do colmo, número de grãos por planta, número de legumes por planta, número de grãos por legume, massa de mil grãos e produtividade. O delineamento experimental foi em blocos completos com tratamentos casualizados, com três repetições. Os dados foram submetidos à análise de variância. Houve significância para a interação estádios reprodutivos e doses para a produtividade. Nesse caso aplicou-se análise de regressão linear. As demais variáveis respostas não apresentaram significância para o fator quantitativo, sendo analisadas pelo teste de médias, utilizando-se Scott Knott. A aplicação de nitrogênio suplementar tem efeito positivo sobre a massa de mil grãos da soja. Os resultados deste estudo ainda indicam incremento na produtividade da cultura em função do uso de nitrogênio.


Palavras-chave


Massa de mil grãos, produtividade da soja, aplicação de nitrogênio

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.