Avaliação de atributos físicos do solo em diferentes anos de cultivo de cana-de-açúcar

Ana Maria Conte e Castro, Kleber Henrique dos Santos, Edison Miglioranza, Clóvis José Aparecido Gomes, Mário Sérgio Marchione

Resumo


Para a manutenção do agrossistema, a qualidade física do solo é fundamental, sendo assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar o comportamento do solo cultivado com cana-de-açúcar ao longo do tempo, sem renovação do canavial. Foram coletadas amostras de solo em sete áreas: mata nativa, cana de açúcar planta e cana de açúcar com 1, 2, 3, 4 e 5 cortes, com quatro repetições. Os atributos avaliados foram: porosidade, densidade do solo, estabilidade de agregados e resistência mecânica do solo à penetração. Constatou-se que, no decorrer do tempo em uma mesma área com a cultura da cana-de-açúcar sem renovação do canavial, tem-se o aumento da compactação do solo, resultando em redução de macroporosidade, com consequente aumento da microporosidade e aumento considerável na densidade do solo. Já a estabilidade de agregados foi afetada apenas na camada de 0-0,10 m, ficando a camada subsuperficial, de 0-0,20 m sem sofrer alterações pelo manejo da cultura. De acordo com esses resultados é possível concluir que a resistência do solo a penetração aumenta com o decorrer do tempo.


Palavras-chave


Resistência à penetração, porosidade do solo, Saccharum officinarum

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Agrarian

ISSN da versão online: ISSN 1984-2538
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.