Nitrogênio e boro em mudas de bananeira Prata Anã cultivadas em casa de vegetação

Inêz Pereira da Silva, Jose Tadeu Alves Silva, janice Guedes Carvalho

Resumo


O objetivo deste trabalho foi verificar os efeitos da aplicação de nitrogênio (N) e boro (B) no solo sobre o desenvolvimento de mudas de bananeira Prata anã cultivadas em Latossolo Vermelho de textura argilosa (LV) e de Latossolo Vermelho-Amarelo de textura média (LVA). O experimento foi conduzido em casa de vegetação na Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), utilizando-se delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, em esquema fatorial 5 x 4, correspondentes a cinco doses de B (0; 0,5; 1,0; 2,0 e 3,0 mg dm-3 de solo) e quatro doses de N (0, 100, 200 e 300 mg dm-3 de solo). As fontes de N e B foram ureia e ácido bórico, respectivamente. Os dados foram submetidos ao teste de Bartlett (p<0,05) e, em seguida à análise de variância (p<0,05 e p<0,01) e regressão polinomial (p<0,05), utilizando o pacote estatístico SOC. A altura, diâmetro do pseudocaule, massa fresca e seca da parte aérea e da raiz no LV e a massa fresca e seca de raiz no LVA não foram influenciados pela adubação nitrogenada e boratada. Os teores de macronutriente e de boro na parte aérea das mudas são influenciadas pela adubação nitrogenada e boratada, em ambos os solos.


Palavras-chave


Musa sp., nutrição mineral, balanço nutricional

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.