Densidade de plantas em arroz de terras altas irrigado por aspersão

Douglas Castilho Gitti, Orivaldo Arf, Flávio Hiroshi Kaneko, Ricardo Antônio Ferreira Rodrigues

Resumo


A utilização da população ideal de plantas no campo, para determinada condição de clima, solo, cultivar e tratos culturais conduz a mais alta produtividade por área. Assim, este experimento objetivou avaliar no município de Selvíria, MS, em solo originalmente sob vegetação de cerrado, quatro cultivares de arroz de terras altas (IAC 202, Primavera, Cirad 141 e Best 2000) e cinco densidades de semeadura (100, 150, 200, 250 e 300 sementes viáveis m-2), irrigados por aspersão, durante os anos agrícolas de 2005/06 e 2006/07. Os cultivares Best 2000, Cirad 141 e IAC 202 são passíveis de indicação para cultivo com irrigação por aspersão. O cultivar Primavera não é recomendado para cultivo com irrigado por aspersão, principalmente em áreas com alta fertilidade do solo, por causa dos altos índices de acamamento. A densidade de 100 sementes viáveis m-2 é a mais indicada para os cultivares avaliados, quando cultivados em condições de irrigação por aspersão. O aumento da densidade de semeadura ocasionou redução no tamanho das panículas. Os cultivares avaliados apresentaram valores adequados de rendimento de benefício e de grãos inteiros.


Palavras-chave


Oryza sativa L.; Densidade de semeadura

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.