Desenvolvimento larval de Chrysoperla externa alimentada com Aphis gossypii provenientes de três cultivares de algodoeiro

Eunice Cláudia Schlick-Souza, Luciana Cláudia Toscano, Genivaldo David de Souza-Schlick, Wilson Itamar Maruyama, André Júnio Andrade Peres

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar os aspectos biológicos de Chrysoperla externa alimentadas com Aphis gossypii provenientes de três cultivares de algodoeiro (FMT 701, Acala 90 e Delta Opal). O experimento foi conduzido no Laboratório de Fitossanidade da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade de Cassilândia (MS). Os adultos de C. externa foram mantidos em gaiolas de PVC, em sala climatizada. As larvas do predador foram individualizadas em placas de Petri e alimentadas diariamente com pulgões advindos das diferentes cultivares. Larvas que se alimentaram de indíviduos da cultivar FMT 701 apresentaram a viabilidade menor do que as que alimentaram dos afídeos criados nas cultivares Delta Opal e Acala 90. Observou-se redução do consumo diário nas larvas de terceiro ínstar que se alimentaram dos pulgões advindos da cultivar Acala 90. Consequentemente, larvas supridas com pulgões criados nas cultivares Delta Opal e Acala 90, tiveram menor peso, 3,60 e 3,90 mg respectivamente, diferindo significativamente da FMT 701. De modo geral, é possível a utilização de C. externa no controle de A. gossypii nas cultivares estudadas.


Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.