Qualidade e atributos físicos de um Latossolo Vermelho Distroférrico típico em diferentes sistemas de manejo

Micael Seidht da Mota, Cassiano Cremon, Nilbe Carla Mapeli, Wininton Mendes da Silva, Wellington de Azambuja Magalhães, Thais Cremon

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar os atributos físicos e a qualidade de um Latossolo Vermelho Distroférrico típico em diferentes sistemas de uso: cana-de-açúcar, pastagem extensiva e mata nativa. O estudo foi realizado em Rio Branco, região sudoeste de Mato Grosso. Em cada ambiente amostrou-se as camadas de solo de 0 a 0,1; 0,1 a 0,2 e 0,2 a 0,3 m de profundidade. Foram avaliadas as características de densidade do solo, resistência mecânica do solo à penetração, porosidade total, além de micro e macroporosidade. De acordo com os resultados obtidos, foi organizado um diagrama comparativo de qualidade do solo e calculado o índice de qualidade de solo. A pastagem apresentou altos valores de resistência mecânica do solo à penetração e maior média de densidade do solo, comparado aos demais sistemas de usos. A cana-de-açúcar e a pastagem sofreram reduções drásticas de qualidade física do solo em relação à mata nativa nas camadas de 0 a 0,1 e 0,1 a 0,2 m do solo. A camada de 0,2 a 0,3 m foi a que sofreu menor impacto na qualidade do solo mediante os diferentes sistemas de uso.


Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.