Compreensão de ciência por professores em formação inicial

Wagner Rodrigues Silva, Renato Goveia Martins, Aylizara Pinheiro Reis, Bruno Reis Santana, Raimunda Araújo Silveira, Eloiza Marinho Santos, Michele Silva Costa Sousa, Fernando Cardoso Santos

Resumo


Investigamos como alguns professores em formação inicial compreendem ciência e seus desdobramentos para a sociedade. Esta investigação se caracteriza como um estudo bibliográfico e uma pesquisa de opinião. Os principais referenciais teóricos utilizados estão situados nos estudos do letramento e da educação científica. Os participantes demonstraram compreensões simplificadas de ciência, pois reconheceram e enfatizaram as práticas de pesquisa características da grande área das ciências naturais, tendendo a menosprezar as que são características das humanidades.


Palavras-chave


Formação do professor. Letramento científico. Universidade.

Texto completo:

PDF

Referências


AKDUR, Tunç Erdal. Scientific Literacy: the Development of some Components of Scientific Literacy in Basic Education. Saarbrücken: VDM Verlag Dr. Müller, 2009.

BARTON, David; PAPEN, Uta. (Eds.). The Anthropology of Writing: Understanding Textually-Mediated Worlds. London: Continuum, 2010.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: educação é a base. (Versão 20 de Dezembro) Brasília: MEC, 2017.

CELANI, Maria Antonieta Alba. Questões de ética na pesquisa em Linguística Aplicada. Revista Linguagem & Ensino. Pelotas: UCPel, v. 8, n. 1, p. 101-122, 2005.

CHASSOT, Attico. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. 7. ed. Ijuí: Editora UNIJUÍ, 2014.

CHASSOT, Attico. A ciência através dos tempos. 2. ed. São Paulo: Editora Moderna, 2004.

CHASSOT, Attico. Alfabetização científica: uma possibilidade para a inclusão social. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro: ANPED, v. 8, n. 22, p. 89-100, 2003.

CUNHA, Rodrigo Bastos. Alfabetização Científica ou letramento científico?: interesses envolvidos nas interpretações da noção de scientific literacy. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro: ANPED, v. 22 n. 68, p. 169-186, 2017.

DEMO, Pedro. Aprender como autor. São Paulo: Editora Atlas, 2015.

DEMO, Pedro. Educação e alfabetização científica. Campinas: Papirus, 2010.

DEMO, Pedro. Pesquisa: princípio científico e educativo. 14. ed. São Paulo: Cortez Editora, 1996.

FERNANDES, Elizangela Rocha. Letramento científico no ensino básico público no município de Palmas – Tocantins. 2016. 106 f. Dissertação (Mestrado em Letras: Ensino de Língua e Literatura) - Universidade Federal do Tocantins, Câmpus de Araguaína, 2016.

FLICK, Uwe. Uma introdução à pesquisa qualitativa. Tradução Sandra Netz. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2004.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação?. Tradução Rosisca Darcy de Oliveira. 11. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.

KLEIMAN, Angela (Org.). Os significados do letramento: uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. Campinas: Mercado de Letras, 1995.

KUHN, Thomas S. A Estrutura das Revoluções Científicas. Tradução Beatriz V. Boeira e Nelson Boeira. 9. ed. São Paulo: Editora Perspectiva, 2009[1962].

MARINHO, Marildes; CARVALHO, Gilcinei Teodoro. (Orgs.). Cultura escrita e letramento. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

MAY, Tim. Pesquisa Social: questões, métodos e processos. Tradução Carlos Alberto Silveira Nett o Soares. 3. ed. Porto Alegre: Artmed. 2004.

PENNYCOOK, Alastair. Critical Applied Linguistics: a Critical Introduction. London: Routledge, 2001.

SANTOS, Boaventura Sousa. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. In: SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria P. (Orgs.). Epistemologia do sul. São Paulo: Cortez Editora, 2010, p. 31-83.

SANTOS, Boaventura Sousa. Um discurso sobre as ciências. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

SANTOS, Wildson Luiz Pereira. Educação científica na perspectiva de letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de Educação, v. 12, n. 36, p. 474-550, 2007.

SILVA, Wagner Rodrigues. Letramento científico na formação inicial do professor. Práticas de Linguagem. Juiz de Fora: UFJF, v. 6, p. 8-23, 2016. Número especial.

SILVA, Wagner Rodrigues; CORDEIRO, Mayron R.; FARAH, Bárbara F.; MORAES, Carlos W. R.; SOUSA, Dijan L.; SILVA, Leide L. S.; MENDES, Victor C. B. B. Ciências nas licenciaturas? Linguagem: Estudos e Pesquisa. Catalão: UFCAT, v. 22, n. 1, p. 83-108, 2018.

SILVA, Wagner Rodrigues. GUIMARÃES, Elton Vieira; MEDEIROS, Ivanildo Alves. Construção de objetos de conhecimento para aulas de língua portuguesa na abordagem do letramento científico. Revista Brasileira de Linguística Aplicada. Belo Horizonte: UFMG, 2018.

SILVA, Wagner Rodrigues. TAVARES, Elcia; VELEZ, Luciana de Carvalho Barbalho. Trabalho pedagógico com escrita em aula de história: o que dizem as diretrizes oficiais? Trabalhos em Linguística Aplicada. Campinas: Unicamp, v. 56, n.3, p. 885-911, 2017.

SOARES, Magda. Letramento e escolarização. In: RIBEIRO, Vera Masagão. (Org.). Letramento no Brasil. São Paulo: Global Editora, 2003, p. 89-113.




DOI: https://doi.org/10.30612/raido.v12i30.9381

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.