As populações indígenas Kaiowá, Kaingang e as populações brasileiras na bacia dos rios Paranapanema/Tibagi no século XIX: conquista e relações interculturais

Lúcio Tadeu Mota

Resumo


Os povos indígenas Kaiowá e Kaingang que ocuparam as bacias dos rios Paranapanema/Tibagi, sustentaram, com diversos tipos de ações, suas presenças nos seus antigos territórios. Os acontecimentos históricos ocorridos na região no século XIX estão marcados por ações políticas desenvolvidas por essas populações. Essas ações ultrapassaram o simples embate dicotômico índios versus brancos, e nos revelam complexas formulações e estratégias utilizadas pelos diversos sujeitos na conquista de seus objetivos. Nesta perspectiva apresentaremos aqui a história da presença dos Kaiowá e Kaingang nos rios Paranapanema e Tibagi, bem como as estratégias e ações políticas dessas populações para conquistar, manter ou reconquistar seus antigos territórios.

Palavras-chave


Relações Interculturais. História Indígena. Populações e Fronteiras. Índios Kaingang. Índios Kaiowá. Guerra de Conquista.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Aluísio de. Achêgas à biografia do Barão de Antonina. Revista do Arquivo Municipal de São Paulo, CXI v., 1947. p. 7-39.

ARQUIVO PÚBLICO DO PARANÁ. Ofícios : Relatório de Frei Timóteo de Castelnuovo. 13/05/1878, v. 010, Ap, 543, p. 192.

ARQUIVO PÚBLICO DO PARANÁ. Ofícios : Relatório de Frei Timóteo de Castelnuovo. 01/06/1878, v. 012, Ap. 545, p. 267.

ARQUIVO PÚBLICO DO PARANÁ. Ofícios : Relatório de Frei Timóteo de Castelnuovo. 30/12/1878, v. 023, Ap. 556, pp. 218-223.

ARQUIVO PÚBLICO DO PARANÁ. Ofícios : Relatório de Frei Timóteo de Castelnuovo. 03/02/1880, v. 002, Ap. 590, pp. 277-278.

BALANDIER, Georges Antropológicas, São Paulo, Cultrix, 1976.

BALANDIER, Georges. Antropologia Política. Lisboa, Editorial Presença, 1987.

BALANDIER, Georges. As Dinâmicas Sociais: sentido e poder, São Paulo, Difel, 1976.

BALANDIER, Georges. El concepto de situacíon colonial. Ciudad do Mexico, s.e, 1972.

BORBA, Nestor. Excursão ao Salto da Guayra ou Sete Quedas pelo capitão Nestor Borba - Notas e considerações geraes pelo engenheiro André Rebouças. RIHGB, 61(97):66-87, 1896.

BORBA, Telêmaco. Actualidade indígena. Curitiba, Impressora Paranaense, 1908.

BORBA, Telêmaco. Observações sobre os indígenas do Estado do Paraná. Revista do Museu Paulista, São Paulo, 6:53-62, 1904.

BOSI, Alfredo. Dialética da Colonização. São Paulo : Cia. das Letras, 1995.

BROTERO, Francisco de Barros. Barão de Antonina. Apontamentos Genealógicos. São Paulo, Escolas Profissionais Salesianas, s/d.

CAVASO, Emilio da. Libanio Iguajurú: nobre figura indígena na história do Paraná. Curitiba, BIHGEP, 38:161-169, 1981.

CORTESAO, Jaime (Org.). Jesuítas e Bandeirantes no Guairá. (1594-1640). Rio de Janeiro, Biblioteca Nacional, 1951.

CUNHA, Manuela C. da. Legislação Indigenista no Século XIX, São Paulo : Edusp, 1992.

CUNHA, Manuela C. da. Os Direitos dos Índios, São Paulo : Brasiliense, 1987.

DI CREDDO, Maria do Carmo. A Propriedade da terra no vale do Paranapanema - a fazenda Taquaral (1850/1910). São Paulo, 1987. Tese (Doutorado em História), FFCH-USP.

ELLIOT, João H. A emigração dos Cayuaz. RIHGB, Rio de Janeiro, 19(21): 434-474, 1898.

ELLIOT, John H. As “entradas” de Joaquim Francisco Lopes e João Henrique Elliot. RIHGESP, São Paulo, 28:249-.

ELLIOT, John Henrique. Itinerário das viagens exploradoras pelo Sr. Barão de Antonina para descobrir uma via de communicação entre o porto da villa de Antonina e o BaixoParaguay na província de Mato-Grosso: feitas nos annos de 1844 a 1847 pelo sertanista o Sr. Joaquim Francisco Lopes e descriptas pelo Sr. João Henrique Elliott. RIHGB, Rio de Janeiro, 10:153-177, 1848.

JUZARTE, Theotonio José. Diário da Navegação do rio Tietê, rio Grande Paraná, e rio Guatemi (...) In: Afonso de E. TAUNAY. Relatos Monçoeiros. São Paulo, Livraria Martins, 1976.

LIMA, Antônio Carlos de Souza. Um grande cerco de paz: poder tutelar e indianidade no Brasil. Rio de Janeiro, 1992, Tese (Doutorado em Antropologia Social) Museu Nacional/UFRJ.

LOPES, Joaquim Francisco. Itinerário de Joaquim Francisco Lopes encarregado de explorar a melhor via de communicação entre a província de S. Paulo e a de MattoGrosso pelo Baixo Paraguay. RIHGB, Rio de Janeiro, 13:315-335, 1850.

MACHADO, João da Silva (Barão de Antonina) Carta do Barão de Antonina ao Ministério da Guerra em 21/12/1842. RIHGB, Rio de Janeiro, 5:109, 1842.

MACHADO, João da Silva (Barão de Antonina). As entradas de Joaquim Francisco Lopes e João Henrique Elliot - o Barão de Antonina. RIHGESP, 28, p. 261-262.

MACHADO, João da Silva (Barão de Antonina). Cópia da participação official, queem data de 2 de Setembro de 1843 dirigiu João da Silva Machado (hoje barão d’Antonina) ao governo da provincia, acerca dos alojamentos de indígenas no municipio de Itapeva. RIHGB, Rio de Janeiro, 8:251, 1846.

MELIÀ, Bartolomeu. A Terra sem mal dos Guarani - economia e profecia. Revista de Antropologia, São Paulo, 33:33-46, 1990.

MOTA, Lucio Tadeu (Org.), NOELLI, Francisco Silva (Org.), TOMMASINO, Kimiye (Org.). Uri e Wãxi: estudos interdisciplinares dos Kaingang. 1ª. ed. Londrina: EDUEL, 2000.

MOTA, Lucio Tadeu (Org.). Diagnóstico etno-ambiental da Terra Indígena Ivaí PR. Maringá: Programa Interdisciplinar de Estudos de Populações, 2003.

MOTA, Lucio Tadeu. As cidades e os povos indígenas: mitologias e visões. Maringá: Eduem, 2000.

MOTA, Lucio Tadeu. As colônias indígenas no Paraná provincial. Curitiba: Aos quatro ventos, 2000.

MOTA, Lúcio Tadeu. As Guerras dos Índios Kaingang: a história épica dos índios Kaingang no Paraná (1770-1924). Maringá, Eduem, 1994.

MOTA, Lúcio Tadeu. Os índios Kaingang e as autoridades do Paraná provincial: uma interpretação de três documentos da Câmara Municipal de Ponta Grossa – PR, de 1880. Pós-História, Assis-SP, 03:139-163, 1995.

MOTA, Lucio Tadeu. Os índios Kaingang e seus territórios nos campos do Brasil meridional na metade do século passado. In: MOTA, Lúcio Tadeu; NOELLI, Francisco Silva; TOMMASINO, Kimiye. (Org.). Uri e Wãxi: estudos interdisciplinares dos Kaingang. 1ª. ed. Londrina, 2000, v. 1, p. 81-190.

MURA, F. O tekoha como categoria histórica: elaborações culturais e estratégias kaiowa na construção do território. Fronteiras, 8(15): 109-143.

NIMUENDAJU, Curt. As lendas da criação e destruição do mundo como fundamentos da Religião dos Apapocuva-Guarani. São Paulo, Hucitec/Edusp, 1987.

NOELLI, F. S. As hipóteses sobre o centro de origem e rotas de expansão dos Tupi. Revista de Antropologia, São Paulo, 1997, 39(2):7-118

NOELLI, Francisco Silva. As hipóteses sobre o centro de origem e rotas de expansão dos Tupi. Revista de Antropologia, São Paulo, 39(2):7-118, 1997.

NOELLI, Francisco Silva. Sem Tekoha não há Teko: em busca de um modelo etnoarqueológico da subsistência e da aldeia Guarani a uma área de domínio no delta do Jacuí - RS. Porto Alegre, 1993, Dissertação (Mestrado em História IberoAmericana) PUC-RS.

OLIVEIRA FILHO, João Pacheco de. O Nosso Governo: os Ticunas e o regime tutelar. São Paulo: Marco Zero; Brasilia: MCT-CNPq, 1988.

OLIVEIRA, Jorge Eremites de. Cultura material e identidade étnica na arqueologia brasileira: um estudo por ocasião da discussão sobre a tradicionalidade da ocupação Kaiowá da terra indígena Sucuri’y. Revista de Arqueologia, 19:29-49, 2006.

PARANÁ. Governador (1870-1873 : Lisboa). Relatório com que o Exmo. Sr. Presidente Dr. Venancio José de Oliveira Lisboa abriu a 1ª sessão da 10ª legislatura da Assembléa Legislativa Provincial do Paraná no dia 15 de fevereiro de 1872. Curityba : Typ. Viuva Lopes, 1872.

PARANÁ. Governador (1873-1875 : Abranches). Relatório com que o Excellentissimo Senhor Doutor Frederico José Cardoso de Araújo Abranches abriu a 1ª sessão da 11ª legislatura da Assembléa Legislativa Provincial no dia 15 de fevereiro de 1874. Curityba : Typ. Viuva Lopes, 1874.

PINHEIRO, Niminon Suzel. Os Nômades: etnohistória Kaingang e seu contexto: São Paulo 1850 a 1912. Assis, 1992. Dissertação (Mestrado em História) Faculdade de Ciências e Letras de Assis - UNESP.

PINTO JUNIOR, Joaquim Antonio. Memoria sobre a cathechese e civilização dos indígenas da provincia de S. Paulo. Santos, s/e, 1862.

PRESTES, Antonio Dias Baptista. Um Manuscripto do capitão Antonio Dias Baptista Prestes. RIHGSP, 28:773-795.

SCHMITZ, Pedro Ignácio. Caçadores e coletores da pré-história do Brasil. São Leopoldo - RS, UNISINOS, 1984.

SOARES, A.L.R. Guarani: organizaçõ social e arqueologia. Porto Alegre, Edipucrs, 2003.

TOMMASINO, Kimiye. A História dos Kaingang da Bacia do Tibagi: uma sociedade Jê meridional em movimento. São Paulo, 1995. Tese (Doutorado em Antropologia) Departamento de Antropologia, Universidade de São Paulo.

TOMMASINO, Kimiye. As várias formas de inserção dos índios na sociedade nacional: os Kaingang e os Guarani do Estado do Paraná. Londrina, mimeo. 1991.

WISSENBACH, Maria C. C. Desbravamento e catequese na constituição da nacionalidade brasileira: as expedições do Barão de Antonina no Brasil Meridional. Revista Brasileira de História, São Paulo 15(30):137-155, 1995.




Fronteiras: Revista de História - PPGH/FCH/UFGD
 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.