Escritas da história cultural: Michel Foucaut e Michel de Certeau

Renilson Rosa Ribeiro

Resumo


Este artigo analisa as concepções de história e do ofício do historiador presentes nos estudos de Michel Foucault e Michel de Certeau. Ambos os historiadores têm sido importantes referências no debates historiográficos sobre a História Cultural nas últimas décadas.

Palavras-chave


História Cultural. Escrita. Teoria.

Texto completo:

PDF

Referências


APPLEBY, J. et al. Telling the Truth About History. New York: Norton, 1994.

BONNELL, V. E. & HUNT, L. A. (orgs.). Beyond the Cultural Turn. Berkeley: University of California Press, 1999.

BURKE, P. A Escola dos Annales (1939-1989): a revolução francesa da historiografia. Tradução de Nilo Odália. São Paulo: Ed. da UNESP, 1990.

BURKE, P. A Escrita da História: novas perspectivas. Tradução de Magda Lopes. São Paulo: Ed. da UNESP, 1992.

BURKE, P. O que é história cultural? Tradução de Sérgio Góes de Paula. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2005.

BURKE, P. Variedades de História Cultural. Tradução de Alda Porto. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

CHARTIER, R. À beira da falésia: A História entre certezas e inquietudes. Tradução de Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRGS, 2002.

CHARTIER, R. A História Cultural: entre práticas e representações. Tradução de Maria Manuela Galhardo. Lisboa: DIFEL, 1990.

CHARTIER, R. A ordem dos livros: Leitores, autores e bibliotecas na Europa entre os séculos XIV e XVIII. Tradução de Mary Del Priore. 2 ed., Brasília: Ed. da UnB, 1999.

DE CERTEAU, M. A Escrita da História. Tradução de Maria de Lourdes Menezes. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 2000.

DE CERTEAU, M. A Invenção do Cotidiano – Artes de fazer. Tradução de Ephraim Ferreira Lopes. Petrópolis: Vozes, 1994.

DE CERTEAU, M. Cultura no Plural. Tradução de Enid Abreu Dobránszky. Campinas: Papirus, 1995.

DOSSE, F. A história em migalhas. Tradução de Dulce Oliveira Amarante dos Santos .São Paulo: Ed. Da UNICAMP/Ensaio, 1992.

FEBVRE, L. Combates pela História. Tradução de Leonor Martinho Simões e Gisela Moniz. Lisboa: Presença, 1986.

FOUCAULT, M. Dits et écrits, vol. IV. Paris: Gallimard, 1994.

FOUCAULT, M. História da Sexualidade (I. Vontade de saber; II. O uso dos prazeres; III. O cuidado de si). Tradução de Maria Thereza da Costa Albuquerque & J. A. Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Graal, 1984.

FOUCAULT, M. Microfísica do Poder. Tradução de Roberto Machado. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

HUNT, L. A. (Org.). A Nova História Cultural. Tradução de Jefferson Luiz Camargo. 2 ed. São Paulo, Martins Fontes, 2001.

JENKINS, K. A História Repensada. Tradução de Mário Vilela. São Paulo: Contexto, 2001.

LE GOFF, J. et al. A Nova História. Tradução de Ana Maria Bessa. Lisboa, Edições 70, 1984.

POSTER, M. Cultural History and Postmodernity. New York: Columbia University Press, 1997.

RAGO, L. M. & GIMENES, R. A. de O. (Orgs.). Narrar o passado, repensar a história – Coleção Idéias. Campinas, SP: Gráfica do IFCH/UNICAMP, 2000.

RAGO, L. M. A ‘Nova’ Historiografia Brasileira. Anos 90 – Revista do Programa de Pós-Graduação em História. Porto Alegre, n. 11: pp. 73-96, 1999.

RAGO, L. M. O Historiador e o Tempo. In DE ROSSI, V. S. & ZAMBONI, E. (Orgs). Quanto tempo o tempo tem! Campinas: Editora Alínea, 2003.

STONE, L. History and Post-modernism. Past & Present. n. 131: pp. 217-18, 1991.

WHITE, H. Trópicos do Discurso. Tradução de Alípio Correia de Franca Neto. São Paulo: EDUSP, 1994.

WHITE, H. Metahistória. Tradução de José L. de Melo. 2 ed., São Paulo: EDUSP, 1995.




Fronteiras: Revista de História - PPGH/FCH/UFGD
 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.