Demanda e utilização dos serviços de saúde no local de origem pelo emigrante e seus familiares

Norberto de Almeida Duarte, Álvaro Escrivão Júnior, Sueli Siqueira

Resumo


O presente estudo analisou as necessidades e a utilização dos serviços de saúde pelos emigrantes brasileiros de Governador Valadares - MG para os EUA, com o objetivo de investigar a relação entre a demanda do emigrante e a oferta de serviços de saúde privados na cidade mineira. Foram realizadas 21 entrevistas com emigrantes e seus familiares. Os recursos que o emigrante adquire com o seu trabalho no exterior indicam uma significativa demanda pelos serviços de saúde privados da localidade. O contingente de financiadores emigrantes é formado pelo emigrante sazonal, isto é, o residente fora do país que periodicamente visita Valadares, os que retornam de um período de emigração, e pelos familiares receptores de remessas dos residentes no estrangeiro. A demanda mais frequente dos respondentes foi pelos serviços odontológicos, depois veio os checkups ginecológico, cardiológico e oftalmológico, mas foram detectadas também demandas pelos serviços de medicina estética e por uma segunda opinião dos profissionais valadarenses acerca dos diagnósticos realizados por profissionais norte-americanos. A oferta de serviços de saúde da rede ambulatorial privada de Valadares possui uma estreita relação com a demanda do emigrante.

Palavras-chave


Emigração. Serviços de saúde. Demanda. Oferta. Utilização.

Texto completo:

PDF


Fronteiras: Revista de História - PPGH/FCH/UFGD
 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.